Junho

Resenha do Filme || Vila das Sombras

Olá Nossos Devanienses!

 

Resenha

Realizado na Canva

Uma das personagens relata uma experiência paranormal que teve em criança. Já está habituada que ninguém acredite que a filha morta dos vizinhos lhe convidou para brincar. A casa estava abandonada há anos e ninguém lhe mandou ir buscar lá a bola. Ninguém. A criança que tinha morrido convidou-a a brincar na piscina. Esses vizinhos encontraram a filha morta no fundo da piscina. Como acreditar naquilo que a criança viu se cada um acredita no limite dos seus medos? Ela contou, pois os amigos estavam-se a rir dum conto de terror que outro tinha contado. Ela afirmou que eles só se riam, pois não foi com eles. Nestes casos de terror, até nós preferimos ser espectadoras.
Ruiflex não existe, é só um Labirinto da sua mente perturbada.
Por amor, faz-se o sacrificio, pois são oito que ele precisa e não nove.
Mediano, talvez. Não se pode dizer que seja ruim, até porque o miúdo desenha bem.
Há reviravoltas e não se pode confiar em ninguém, 
Beijinhos
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s